segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Será que sou influenciada pelos espíritos?

       Segundo a espiritualidade, para cada um de nós há outros 5 espíritos desencanados, ou seja, nunca estamos sozinhos e certamente seremos influenciados por estes ao nosso redor e com todos que sintonizarmos através de nossas emoções e sentimentos.
       Não existe um segredo que possamos esconder dos espíritos, até mesmo os segredos que escondemos de nós mesmos, eles sentem, ouvem e percebem qualquer sentimento, emoção ou pensamento. Somos um livro aberto, literalmente, para qualquer espírito que sintonizar na mesma frequência.
       Daí vem sempre o apelo que o mestre Jesus nos deixou ''orar e vigiar''. eu diria diferente, vigiar e orar por nossos pensamentos, atitudes e emoções. As emoções e reações é que nos derrubam, dizem os espíritos.
       Se e quando aprendermos a domar nossas emoções, conseguiremos viver muito melhor e envoltos em boas energias.
       A frequência vibratória é quem dita os acontecimentos. São ondas energéticas que emanamos em cada pensar, falar, agir e sentir, tudo é energia e ela nos influenciará o tempo todo. Dependendo do tipo de energia, entraremos em sintonia com bons ou maus espíritos.
       Você já deve ter ouvido que somos responsáveis por nossa caminhada aqui na terra, essa é a mais pura verdade. Nosso cérebro e corpo vibram conforme o que sentimos e pensamos, que tipo de energia circula ao seu redor?
        Em meio a tantas energias e espíritos, é quase impossível distinguir o que é nosso realmente, mas se observarmos com tranquilidade, perceberemos quando algo é colocado em sua mente, por exemplo, se você está bem e de repente sente uma angústia vinda do nada, certamente está sendo influenciado, isso não se resume somente a sentimentos ruins. As vezes sentimos uma grande emoção que surge do nada, nessas ocasiões é muito provável que fomos visitados por algum ente querido ou espírito familiar.
       Essa proximidade ou influência não precisa ser má, pode ser boa. Depende somente de nossas emoções, aprenda a domar suas más inclinações, ou seja, tire de sua vida o ódio, a magoa, o rancor; aprenda a ser leve e aceitar tudo o que a vida lhe oferece, afinal tudo é aprendizado.
       Aceite que não sabemos tudo, que aprendemos um pouco a cada dia, que somos espíritos vivendo uma experiência física e orgânica, tudo é passageiro e um dia ainda iremos rir de nossas desavenças e intemperanças. Seja a luz que tanto procura e viva da melhor maneira que conseguir.

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Todos possuímos algum dom ou mediunidade

         Na atualidade fala-se muito em médiuns e mediunidade, alguns sentem-se especiais por possuir algum tipo de mediunidade ou percepção, há um certo status em se comunicar com os mortos, alguns médiuns sentem-se especiais e acima da grande maioria das pessoas, isso na minha percepção é uma grande ilusão e falta de conhecimento.
         Segundo Kardec no livro dos médiuns, todos somos médiuns em um grau qualquer, daí não há necessidade de se sentir melhor ou superior aos que não sentem igual. A conversação e visualização dos espíritos ou de pessoas mortas não está ligada exclusivamente aos espiritas ou espiritualistas, desde sempre houve pessoas com certos dons ou algum tipo de mediunidade.
         Conheço alguns católicos que dormem e sonham que um anjo os leva a passeios pelo purgatório onde há sofrimento e almas chorrando e pedindo por ajuda. Segundo essas pessoas, existem também lugares lindos, celestiais na sua percepção, dizem que tem árvores, flores, casas e pessoas trabalhando. Há lugares comuns como aqui na terra, cidades, vilas e indústrias.
         Se formos ler os livros psicografados através do  Chico Xavier pelo espírito André Luiz, veremos que tanto os católicos como os espíritas veem as mesmas coisas em desdobramentos, o que muda é o conhecimento que já temos vindo de outros espíritos. As situações e cenas são as mesmas.
         Existem as boas visões e as que não são tão boas. Uma coisa é certa, sair em desdobramento ou acompanhado por guardião enquanto nosso corpo físico dorme não é prioridade de espíritas ou espiritualistas, qualquer um que tenha certa percepção e desenvoltura pode fazer. Temos que parar de pensar quadrado e aceitar que estamos todos no mesmo estágio evolutivo, independente de religião ou conhecimento.
          Esse tipo de dons ou mediunidade nos é dado para evoluímos, independente de nossos credos, dogmas ou seitas que frequentarmos. Já é hora de deixarmos essas barreiras impostas pela sociedade e religiões de lado e começarmos a mudança em forma de aprendizados e melhora íntima, somente assim deixaremos de continuar pensando pequeno e sem perspectivas, precisamos abrir nossa mente e horizontes para coisas novas, arejar velhos paradigmas e fortalecer a fé dos que nos cercam com nossas experiências.
         É nossa obrigação compartilhar o conhecimento, acabar com os preconceitos, trabalhar com honestidade e sinceridade em prol de um mundo melhor e mais digno, deixando de lado nossos medos e inseguranças, somente assim seremos pessoas melhores e mais atentas ao novo e as coisas boas que a vida nos proporciona. Desperte e seja uma nova pessoa. 
       
          

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Morri, agora o que faço?

         Muitas pessoas costumam me perguntar o que acontece após a morte física. Não existe uma obrigatoriedade, mas muitos passam por uma certa perturbação. Não é desequilíbrio, mas dependendo do tipo de morte, essa perturbação pode levar dias, meses ou até anos.
         Nem todos encaram a morte de maneira tranquila, a grande maioria nem percebe que não tem mais corpo físico. Os que são ligados a bens materiais, tendem a se agarrarem aos mesmos, é um sentimento de apego enorme. Perdem a noção do tempo e espaço.
         Os espíritos mais desprendidos da matéria desde a vida terrena, tem maior consciência de sua nova jornada, muitas vezes aparecem para seus entes queridos para se despedir. Não sentem nenhum tipo de apego as pessoas ou aos bens, conseguem fazer a transição de vibração ou dimensão sem sofrimento.
         O grande diferencial é o conhecimento, quem o tem morre mais tranquilo e sem sofrimento, esse é o grande diferencial. A vida que levamos conta muito, se somos pessoas abertas ao novo e sempre dispostas ao conhecimento, no momento de separar o corpo físico do espiritual é bem mais fácil.
         Nos trabalhos em desdobramento tenho ajudado muitas pessoas que sofrem, a grande maioria nem sabe onde está. Vejo muitos sonâmbulos espirituais, estão envoltos em seus medos, em suas tristezas e não percebem que o mal os espreita.
         Para termos uma boa morte é preciso vivermos com dignidade, responsabilidade, coerência e fazendo o bem para nós e para todos com quem convivemos. Se isolar ou fugir de nossas responsabilidades é adiar algo que é inevitável, mas cedo ou tarde teremos que resolver isso. Que seja enquanto estamos aqui.
         Converso com muitos espíritos e a maioria reclama de sua ex vida aqui na terra. Raramente encontro alguém que está satisfeito com seu desempenho em sua última encarnação. Afinal como dizem os espíritos, só conseguimos fazer um décimo do que programamos.
         Que esse décimo seja o nosso melhor e nunca nosso pior. A mudança deve começar por aqui para chegarmos lá com novas perspectivas e conhecimentos, somente assim agregaremos coisas boas em nossa jornada e levamos poucas decepções.
         Como dizem alguns, é melhor aprender uma coisa nova do que lembrar de três coisas erradas que fizemos, tenho colocado em prática isso no meu dia a dia, não quero desencarnar com nenhum ressentimento, magoa ou rancor de ninguém.
         A mudança é sempre nossa e de dentro para fora, nada muda exteriormente se no interior já não estiver resolvida. Somos seres pensantes e portanto é nosso dever questionar nossas atitudes e resoluções. Não se pode culpar ninguém pela nossa desventura ou tristeza. Somos o que pensamos, falamos, agimos e sentimos.
        Seja luz em seu dia a dia, deixe de se magoar por coisas pequenas ou fúteis, cresça em aprendizados, amorosidade e coerência, saia de sua zona de conforto, abrace o novo, confie em suas intuições, agradeça essa rara oportunidade de estar vivendo o seu melhor e seja muito feliz.
         Uma pessoa feliz aceita as dificuldades com coragem e bom ânimo, sem reclamar ou questionar.
         Ame-se infinitamente e corra atras de seus ideais e sonhos. 

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Mensagem de um espírito que escolheu andar pelo caminho errado

       Dizem que o amor cobre uma multidão de pecados, é a mais pura verdade.
       Enquanto vivi na terra, fui um fardo pesado para minha humilde família, rebelde desde a infância, entrei na adolescência envolta em péssimas companhias, drogas e bebidas. Afeiçoe-me a sensações mundanas e prazeres fúteis da juventude.
       Engravidei de meu primeiro filho e não cuidei dele, deleguei essa função a meus familiares. Entreguei-me de corpo e alma as drogas, roubos para sustentar meu vício e muitas outras gestações vieram, sem nem ao menos eu saber quem era o pai, tudo era motivo pra curtição e prazer desenfreado.
       Meus filhos foram doados ou vendidos, não me interessava saber qual seria sua vida ou destino, o importante era minha fuga da realidade. Fui ao fundo do poço, o lugar mais degradante possível, não tem como voltar sem mudança, e ela não aconteceu.
        Por causa da prostituição e drogadicção fui parar na prisão, se o fundo do poço eu já achava ruim, ali vi o pior de mim e de tantas outras mulheres, somos tratadas como animais. Vi homens e mulheres irem lá trazendo a palavra sagrada, queriam nos obrigar a confessar nossos pecados para recebermos  redenção, mas nunca tentaram nos ajudar de verdade.
        Eu nem me sentia gente, era um bicho acoado, pronta pra dar o bote caso fosse necessário. Vi muitas mulheres que como eu sofriam, algumas morreram, outras se mataram. Não é fácil viver nesse tipo de ambiente.
        Entre idas e vindas do cadeião conheci uma mulher, que como eu, escolheu o caminho errado. Foi presa e estava grávida, deu a luz a uma pobre criança com insuficiência respiratória, numa noite chuvosa e sem médicos na prisão.
        Desenganada pela enfermeira, mãe e criança foram largados a própria sorte por horas a fio a espera de socorro, que demorou muito por causa do mau tempo.
        Tocada por essa cena triste e tocada por um sentimento que não sei de onde veio, velei pela mãe e filha. Peguei aquela pequena criança em meus braços e a apertei contra meu peito para aquece-la. Senti uma emoção como nunca tinha sentido antes, ela morreu em meus braços.
       Anos mais tarde ao desencarnar, encontrava-me numa cama imunda em uma pensão que durante a noite era bordel. Não pensem que nossa vida muda ao morrermos, tudo permanece igual. Eu gostava daquele tipo de lugar e foi lá que despertei. Vivia me escondendo das criaturas horripilantes que tentavam me aprisionar.
        Encontrava-me num escuro corredor, tentando fugir de olhos tenebrosos que me espreitavam na sombra, quando vi uma pequena faixa luminosa, surgiu uma jovem de olhar doce e amável. Estendeu-me a mão sem questionar meu passado ou minhas culpas. Apenas entrelaçou os meus aos seus dedos e me tirou daquele pesadelo horrível.
        Era a criança que anos atrás eu acalentei em meu peito protegendo-a do frio, talvez o único gesto sincero de toda a minha tormentosa existência. Apenas ela estava lá para me conduzir até a saída. Este pequeno gesto bastou para que eu merecesse misericórdia e hoje estou aqui de passagem, quis dividir minha história para tentar ajudar alguém que possa estar passando pelo que vivi. Tudo aquilo ficou no passado, agora estou me preparando para voltar ao mundo físico, é claro que terei problemas em decorrência de minha última vida, mas vou aceitar tudo o que vier com resignação, afinal aprendi que o amor cobre uma multidão de pecados.
        Cuidem de suas vidas com muito cuidado, não se deixem envolver por drogas, bebidas e prostituição, sigam um caminho melhor do qual eu segui. Quem sabe um dia poderemos nos encontrar aí na terra ou aqui do lado de cá. Força e coragem na sua caminhada terrena.

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Como receber ajuda dos amigos espirituais

         O plano espiritual unido aos bons espíritos, interage com o plano físico o tempo todo. eles nos enviam bons fluídos e muitas intuições. Será que estamos sempre abertos a essas influenciações?
         Se sua mente estiver conturbada com muitos pensamentos e sentimentos, fará uma barreira de contenção e nenhuma energia ou intuição chegará até você. As boas energias que os espíritos emanam são sutis e para conseguirmos senti-las é preciso estarmos com nossa mente livre de qualquer problema ou pensamento.
         Portanto, não se ocupe com preocupações, saiba esperar o momento certo de se preocupar, afinal se desgastar antes do problema é perda de tempo e energia. Sem falar que não se pode resolver nada antes de acontecer. Muitos sofrem por antecipação e acabam por criar muitos problemas e atrair muitas energias ruins.
         Mantenha sua mente serena e aberta as boas influenciações da espiritualidade. Os espíritos amigos poderão te influenciar em sábias decisões, só é preciso ter paciência e calma para ouvi-los.
         Vivemos em meio a um oceano de energias. Imagine que tudo a sua volta é uma imensidão de energias razoavelmente organizada. A cadeira que você senta é composta por átomos, que por sua vez se mantém juntos por força energética. Estes átomos são energia organizadora e cooperadora para nosso bem estar e aprendizados.
          Você faz parte deste oceano energético, a energia se movimenta por trocas intensas, vibrando conforme nossos pensamentos, gerando um intercâmbio de forças e informações que interagem constantemente com nosso humor e saúde.
          Cada um de nós tem um tipo de energia, essas energias unidas a natureza, nossos pensamentos e os sentimentos dos que nos cercam é que criam o ambiente em que vivemos. Como é seu ambiente energético?
           O plano espiritual como um todo e cada espírito emana uma energia específica, podendo ser boa ou não, isso irá depender de nossa sintonia. Se estivermos pensando e agindo no bem, iremos sintonizar com os que pensam igual, mas se reclamarmos e vibrarmos indecisão, magoa ou ódio, iremos sintonizar com os que pensam dessa forma. Cada um de nós é responsável por sua vida, seus problemas e consequências de seus erros.
            Os espíritos do bem querem que você seja influenciado por boas energias, eles se esforçam para nos enviar as melhores vibrações e inspirações. O que você tem feito para se ajudar, você está preparado para receber e aproveitar essas vibrações elevadas?  Será que estamos vibrando para isso ou estamos deixando a espiritualidade fazer tudo por nós?
            Manter a mente calma, tranquila e limpa de rancor, magoas, ódio, ressentimento... Nunca deixar a mente excitada ou confusa com desejos, vontades e necessidades que se sobrepõem. Aplicar no seu dia a dia ações de bondade, caridade, compreensão, oferecendo o seu melhor e com intenções nobres.
           Pratique ao longo do dia a oração para acalmar, meditação, relaxamento ou mentalização no bem e no amor universal. Isso manterá suas vibrações elevadas, te acalmará e consequentemente gerará boas atitudes, pensamentos e sentimentos nobres. Criando um ambiente de paz e harmonia ao seu redor.
           Cultive o auto amor, auto perdão e aceitação. Cultive a pessoa boa que vive em você, a essência divina que rege sua caminhada aqui na terra e seja muito feliz.
                

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

As palavras tem poder

          Você sabia que tudo o que falamos se torna realidade? É por isso que muitas vezes nossos medos e anseios tomam conta de nossa caminhada. Há de se prestar atenção a tudo o que falamos, pensamos ou sentimos.
          Cada palavra repetida mais de uma vez, é gravada em nosso cérebro, seja ela boa ou auto destrutiva. O cérebro não entende a diferença. Portanto cuidado com o que você está gravando nas suas ondas cerebrais e trazendo para sua vida. Afinal a forma como falamos, pensamos e as coisas que fazemos afeta de forma drástica a convivência com as pessoas e o mundo ao nosso redor.

           Na atualidade tendemos a nos afastar das pessoas por causa da correria do dia dia, somos consequência de nossas escolhas e muitas vezes vibramos pensamentos auto destrutivos tais como:
          * Culpar os outros por nossa infelicidade. O ato de culpar por si só já não é legal, não se pode por a culpa nos outros por nossos atos. As consequências de nossas ações é a resposta do universo pelo modo como encaramos nossa vida. Se alguém te ofendeu, perdoe e não o culpe por qualquer sentimento, reação ou ação que você tiver em relação ao que foi dito. Esses sentimentos são seus e de mais ninguém. O caminho é pra frente, nunca para trás.
          * Evite repetir frases que te depreciam e te tornam igual a outras pessoas. Somos únicos e  especiais em nossa forma de ver, sentir e viver. Perceba que frases desse tipo só nos afetam, nos desestimulam e mexem com nossos sentimentos mais íntimos. Ficam gravadas em nosso cérebro como algo certo. Exclua de sua vida, toda e qualquer frase ou palavra depreciativa. Cultive o hábito de se elogiar e crie uma atmosfera de auto amor.
          * Pare de buscar a perfeição. Nada é perfeito o tempo todo, você pode fazer o seu melhor e sempre terá alguém pra dizer que podia ser diferente. Assuma que somos imperfeitos, passível de erros e humanos, se fossemos perfeitos nem estaríamos vivendo aqui na terra. Procure se conhecer e aceitar que estamos em evolução e aprendendo a nos melhorarmos diariamente.
          * Cumpra com seus compromissos e que sua palavra seja coerente. Sempre que disser algo, cumpra da melhor forma possível. Somos responsáveis por nossa palavra empenhada, o próprio Jesus disse que sua palavra seja sim sim e não não. Dizer uma coisa e fazer outra não é prática de uma pessoa que está se auto afirmando na vida. Seja honesto com você mesmo, programe-se e aja corretamente, aprenda a dizer não quando necessário.
           * Pare de mendigar afeto. Priorize você mesmo, afinal amor e afeto não se compra, é algo que sentimos de graça. Ame-se, aceite-se, transforme sua vida em algo bom e prazeroso. Sem culpas ou melindres. Aceite as dificuldade e aprenda com elas. Tire um tempo diário para reflexão e auto amor.
           * Cultive o bom humor e saia do vitimismo a auto piedade. A pessoa bem humorada é mais feliz e vive cercada por boas energias, enquanto a vitima é vista por suas mazelas. Como você quer ser visto?
Quer ser taxado de coitadinho ou como uma pessoa com luz interior e bem humorada? 
           Eu poderia escrever páginas e mais páginas de motivos ou frases auto destrutivas, mas quero te dizer algo muito importante, você é um filho abençoado do Pai celestial, é luz e amorosidade, é belo e perfeito, nada e nem ninguém pode mudar isso. Acredite no seu potencial e mude o rumo de sua caminhada terrena, somente você pode transformar, mudar e criar um novo mundo interior, exteriorizando amor, luz, compreensão e harmonia. Crie o seu universo da melhor maneira possível.    

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Exaustão emocional

        Você sabe o que é exaustão emocional? Será que você já sentiu alguma vez em sua vida?
        Exaustão é quando sentimos uma sobrecarga de esforço, seja ele físico ou emocional, afinal um não anda sem o outro. É quando cansamos ao ponto de não conseguirmos dar mais nem um passo, é quando sofremos tão intensamente que não reagimos a mais nada. É um estado de medo, ansiedade, agitação, frustração e insegurança, tudo junto e ao mesmo tempo.
        A exaustão emocional não acontece de uma hora para outra, é um processo que ocorre lentamente, até que se entra em colapso, causando muitas vezes paralisia, depressão e doenças físicas crônicas. Ocorre um colapso na vida dessa pessoa, pois ela não aguenta mais tanta pressão psicológica e emocional.
        O corpo, a mente  e até o coração dói, é uma dor muito forte e desequilibradora, não é fácil raciocinar nesses momentos, usar a razão é quase impossível.
        Embora a exaustão emocional seja sentida como um cansaço mental, geralmente está relacionada ao cansaço físico também. Corpo e espírito andam juntos. O corpo fica pesado, sem animo ou vontade de viver, de se alimentar, de interagir com outras pessoas. Muitos nessas ocasiões tendem a se isolar do convívio com outras pessoas.
        O esgotamento emocional ocorre pelo fato de nos doamos muito mais nossa energia do que recebemos. Certas pessoas se doam excessivamente no trabalho, na família, nos relacionamentos, acabando por ser vitimas de suas próprias ações.
         São pessoas que se exigem demais, querem a perfeição. Não se importam em sacrificar seu bem estar por uma causa maior, mas infelizmente a causa nem sempre é valida. Afinal não podemos esquecer de cuidarmos de nós mesmos, nossa saúde física e emocional é prioridade para vivermos uma vida longa e cheia de aprendizados.
         É muito comum a pessoa que está passando por uma exaustão, não ter tempo pra ela mesma, de certa forma é uma fuga da realidade também. Ao se dedicar integralmente a um projeto, acaba por abdicar de certos momentos de prazer e bem estar.
         Os principais sintomas de uma exaustão emocional são: cansaço físico, insonia, irritabilidade, falta de motivação, distanciamento afetivo e dificuldade de pensar de forma racional. Tudo isso unido a um desespero interior de se sentir inferior e sem merecimento de algo bom.
         A melhor forma de superar essa exaustão emocional é o descanso. É preciso encontrar um tempo livre para relaxar, ficar sem fazer nada, acalmar a mente que tende a ser extremamente ativa nesses casos. Tirar uns dias de férias, sair da rotina e começar a mudar certos hábitos tóxicos que teimamos em ter.
        É de fundamental importância desenvolvermos a caridade para com nós mesmos, a compreensão e a bondade deve começar por aceitarmos que somos falíveis, que a perfeição ainda não existe e levarmos a vida de forma mais leve e mansa.
         Precisamos aprender a respirar e absorver tudo de maravilhoso que circula ao nosso redor, nos reconectarmos com nós mesmos e com a essência divina que somos, afinal somos espíritos vivendo uma experiencia humana e física e não o contrario. Somos a luz em meio a escuridão e estamos aqui em uma missão de paz, amor e alegrias.