sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Os parasitas que atraímos

          Sutil e perigosa, muitas vezes disfarçada de algum tipo de transtorno, as energias deletérias ou ruins tentam entrar em nosso corpo físico para nos causar problemas. Pode ser um pensamento, uma emoção descontrolada, um cigarro, um copo de bebida, a pratica do sexo sem compromisso e sem amor; são formas corriqueiras de recebermos em nosso corpo algum parasita espiritual.
          Somos seres pensantes, portadores de discernimento e lucidez, embora muitas vezes envoltos pela ignorância ou auto piedade, dessa forma abrimos portas para o sofrimento e para obsessões ou ataques espirituais.
          Parasitas são larvas espirituais que podem ter a forma de certos animais rastejantes, ou mesmo espíritos vampirizadores. Essas larvas circulam por aí e podem nos adoecer, aumentar a depressão e ansiedade, causas ou agravar transtornos físicos, emocionais e espirituais.
          A melhor forma de dissolver ou aniquilar esses parasitas é o amor, o amor puro e verdadeiro. Começa-se pelo auto amor, quem se ama não exagera na bebida, não usa drogas, não se sujeita a orgias ou prostituição de seu corpo.
          Nosso corpo é o instrumento de sobrevivência aqui na terra, com ele saudável já não é fácil conviver com as adversidades, imagina se ele está adoecido.
          Outra grande dica é silenciar a mente, silenciar é acalmar, tranquilizar e higienizar a nossa casa mental, nosso cérebro é extremamente ativo e indisciplinado, tende a pensar no que quiser sem nossa permissão. Aprender a não falar ou pensar em coisas ruins, também ajuda a nos manter em equilíbrio, cuidar das emoções, pois elas tendem a nos dominar e abrem uma brecha enorme para ataques dessas parasitas. 
          O melhor remédio é sempre a prevenção, somos o que falamos, pensamos e fazemos, essa é a lei universal. Você só irá atrair aquilo que sintonizar através de suas emoções, reações e sentimentos.
          Crie o hábito da oração, ela te protege de todo tipo de ataques, mente saudável e corpo em harmonia. Aprenda a dissolver essas energias com bons pensamentos, boas atitudes, boas palavras. E viva feliz e pleno seu aprendizado terreno.
           

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Relato impressionante de um suicida

            Hoje vou compartilhar com vocês a história de Paulo, um rapaz que conheci no mundo espiritual. Ele vive neste momento no hospital Esperança e Fraternidade, local onde trabalho em desdobramento alguns dias da semana. Meu trabalho é conversar, trazer os moradores deste hospital para o aqui e agora, pois muitos vivem no passado ainda, após anos de sofrimentos em cidades umbralinas, ainda não acreditam que foram resgatados.
           No dia que conheci Paulo, ele estava com muitas dores e feridas pelo corpo, sofria muito por ter cometido suicídio. Se achava um infeliz por ter tirado a própria vida. Aos poucos fomos conversando e ele para esquecer e dissipar as lembranças ia me contando aos poucos sobre seu passado, essa é a melhor terapia.
          ''Minha vida até que era boa, minha família era rica, eu tinha de tudo e era paparicado por muitos empregados, mas amor e atenção dos meus pais, isso eu não tive. Para eles os bens materiais eram mais importantes que o afeto. Ao entrar na adolescência eu provei todo tipo de drogas que o dinheiro podia comprar, prostitutas e tudo o mais. Meus amigos me adoravam, pois eu era livre para gastar muito dinheiro e comprava a felicidade e amizade de todos.
           Meu pedido era uma ordem, não serei hipócrita em dizer que aquilo não me fazia bem, eu adorava ser venerado, as mulheres se jogavam aos meus pés, faziam tudo por dinheiro, drogas e bebidas. Meus pais achavam que isso era bom para mim, afinal eu deveria provar de tudo. Depois de um porre acordei do lado de cá, percebi a diferença na hora.
           Quando vivia na casa de meus pais, tinha empregados para tudo, aqui não sou conhecido e nem amado, pois não tenho mais dinheiro. Uma das coisas que mais me chamou atenção foi o cheiro, na cidade em que fui parar, tudo fedia a esgoto, o local, as pessoas, o ambiente...
           Percebi que meu corpo estava doente, eu mal conseguia me locomover. As dores de cabeça eram terríveis e não existia analgésicos para se tomar. Se existe lugar pior eu não sei, mas pra mim ali era o inferno que ouvi diversas vezes na igreja. Andei por meses, anos, não sei dizer ao certo, quando cansava eu deitava e dormia em qualquer lugar. Fui perseguido diversas vezes, não sei nem por quem ou porque.
           Depois de um tempo, que não sei dizer quanto, certo dia estava recostado em um muro e senti uma vontade enorme de rezar. Fiz a única oração de que me lembrava, rezei o santo anjo, estava de olhos fechados mas mesmo assim senti uma luz tocando em mim, sentia o calor da luz entrando em minha pele cheia de feridas. Abri os olhos e para minha surpresa não estava mais naquele lugar, mas sim aqui no hospital. Tinha enfermeiros limpando meu corpo, me derem água para beber e dormi. Dormi por meses segundo fui avisado.
            Hoje sei que tudo o que passei foi em decorrência de minha vida fútil e sem sentido, agora preciso me recuperar para voltar a viver aí na terra, sei que o tempo está se esgotando, já estão procurando uma família para me receber. Me disseram que terei alguns problemas, pois nada passa impune, vou aceitar tudo o que vier, preciso recuperar o tempo perdido. Pedi pra nascer pobre, pois não sei se consigo abdicar do dinheiro se eu o tiver.''
            Que a história de Paulo nos sirva de aprendizado, viver aqui na terra não é fácil, mas temos que nos assegurar que tem que ser com coerência, disciplina, amor, compaixão e gratidão.

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Tudo é temporário

        Ao estarmos vivendo aqui na terra num corpo físico, muitas vezes nos esquecemos que a verdadeira vida é a espiritual. Nossa mente vive um torpor e um esquecimento temporário de nossas mazelas e aprendizados, isso causa uma parada brusca muitas vezes em nossa evolução espiritual.
       Somos espíritos imortais vivendo uma experiência física e mortal, sentindo todo tipo de emoções e anseios. Normalmente esses sentimentos dominam nossas reações e acabamos por nos envolver muito mais na vida física do que na espiritual, que deveria ser nossa maior missão. O que nos aguarda nos portais da eternidade?
        Estamos envoltos diariamente nos vícios, paixões, desejos, medos e insatisfação com nossas vidas, com nossos familiares e amigos. Nossa mente ferve com este turbilhão de sensações e emoções, mudar essa prática deveria ser nossa maior necessidade.
         Para conseguirmos viver em harmonia com nossa vida e com as pessoas que nos cercam é imprescindível aprendermos a silenciar, silenciar a mente de pensamentos,seja através da oração, meditação ou mesmo nos afastando de tudo e todos por alguns minutos.
         Isso não é fuga, é olhar para dentro, encontrar a tranquilidade e o equilíbrio tão necessário para nossa sobrevivência. É aquietar a mente e confiar que não estamos sós, é ter fé e confiança que a morte física virá e será algo natural em nossa trajetória terrena.
         Existe vida em todos os planos físicos e espirituais, a vida não cessa nunca, nós nascemos, crescemos, aprendemos, evoluímos e morremos para começar tudo de novo. A roda da vida é infinta e devemos aproveitar cada momento de aprendizado a nosso favor.
         O tempo de perder tempo já passou, agora é preciso despertarmos para uma vida de aprendizados. Deixarmos nosso egoísmo de lado, nossos medos e anseios e trilharmos uma nova caminhada. Pois o amanhã depende do que fizermos hoje.
         Deixe para trás melindres, egos, insanidades; crie uma vida nova, onde o amor e a gratidão estejam presentes, onde o ser seja melhor que o ter, viva de forma intensa cada minuto de sua vida.
         Ame-se incondicionalmente, aceite-se, perdoe-se. Seja o espírito imortal que vive em você, deixe ele te governar através de boas inspirações e intuições. Sonhe um mundo melhor e faça de tudo para ser feliz. 
       

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Amigos são anjos

        Na atualidade ter muitos amigos nas redes sociais é o sonho de consumo de muitas pessoas. Ser seguido e idolatrado é algo sensacional, as pessoas inventam, fantasiam e são dissimuladas para ganharem muitas curtidas e comentários, mas até que ponto isso é real?
        Muitas pessoas vivem uma vida fantasiosa online, mas na vida real nem são percebidas, pois se escondem atrás da tela do celular ou computador. O medo de não ser aceito é tão grande que acabam por se isolar e caem na doença do momento que é a depressão. Existe um crescimento, de uma geração muito inteligente mas emocionalmente comprometida, cheia de medos, dúvidas e com síndromes de isolamento.
        Fui criada em cidade pequena, brincava na rua até anoitecer, a violência quase não existia, o medo não era algo que a gente sentia, tive sorte de ter crescido em uma família grande e amorosa.
        Gosto de olhar no olho, falar, sorrir e até brigar cara a cara, esse negocio de se isolar não é para mim. Gosto de gente, de conviver e viver cercada por pessoas, isso é felicidade na minha percepção. Nada ou ninguém pode mudar essa sensação maravilhosa de sentir um abraço, de se contagiar com um sorriso.
        Não gosto de conviver com pessoas dissimuladas, prefiro a verdade nua e crua do que falsos sorrisos e mentiras. Viver é uma dádiva e deve ser nosso maior presente.
        Certo dia um amigo disse-me que estava cansado e gostaria de se mudar para uma ilha deserta. Ele gostaria de ficar isolado, olhando para o nada e de certo esperando a morte chegar. Que graça tem viver dessa forma?
         A evolução e aprendizado acontece quando vivemos em comunidade, em meio a pessoas, não existe mudança ou aprimoramento sem convivência com pessoas que pensam, agem e vivem de forma diferente da nossa.
        Em meu trabalho no mundo espiritual, costumo encontrar e conhecer muitas pessoas, a grande maioria reclama de não ter sido tão amável quando por aqui passou. Fica um buraco em suas vidas, existe uma sensação de tarefa não cumprida, um vazio existencial pela falta de amigos ou amizades duradouras.
        Não permita que isso aconteça com você. Valorize desde já os amigos que a vida lhe deu de presente, ame-os, abrace-os sempre. Adquira o hábito de dizer que os ama, agradeça pela paciência e amorosidade .
        Sabe aquele ditado: não deixe para amanhã o que pode fazer ou dizer hoje. Ele é muito verdadeiro, amigos são anjos que Deus coloca em nosso caminho para que a caminhada seja mais leve e prazerosa.
        

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Pedido de ajuda

           Tenho um acordo com meus amigos, sempre que precisarem é só me chamar mentalmente que eu vou ajudar. Nesta noite eu ouvi alguém chamando meu nome, imediatamente falei com os espíritos e fomos em socorro.
           Era um local escuro, uma cidade envolta em brigas e discussões, gente gritando por todos os lados, cada turma defendia um certo partido ou político. Estavam quase indo para a agressão física. Bem que dizem que somos uma cópia mal feita do plano espiritual. Tudo o que vejo aqui na redes sociais e nos bate papos, é realmente uma cópia de lá. Uma cópia triste, pois não vejo respeito ou amorosidade em quem não compartilha das mesmas opiniões.
           Eu continuava a ouvir em minha mente o pedido de ajuda, percorremos o local e encontro a pessoa que me chamava. Estava em meio um grupo discutindo sobre política, não concordava com nenhum dos dois políticos. No mundo espiritual como no plano físico as pessoas exigem que você seja a favor de um ou de outro.
          Com muita dificuldade conseguimos afasta-lo do grupo, ele até queria sair, mas o grupo queria convence-lo a apoiar determinado político. Como é difícil conversar com pessoas que não aceitam opinião ou diferença de pensamentos.
          Não sou muito ligada em política, vejo, pesquiso, voto; mas sem me envolver emocionalmente. Sei o tipo de energia que circula nesses ambientes. Nunca vi energia boa ou agradável, muito pelo contrário. Vi coisas que até Deus dúvida, como se diz aqui na terra. Neste ano, preferi não trabalhar com essas energias, há quatro anos atrás eu me ofereci para o trabalho de equilíbrio e contenção energética dos políticos. Eles são muito procurados pelas trevas, existe um enorme trabalho para tentar manipula-los, dominá-los e faze-los joguete nas mãos de espíritos inescrupulosos.
          Acabamos por resgatar diversas pessoas que por lá estavam, não se pode resgatar ou ajudar quem não queira. Muitos vibram de alegria em estar envoltos nesse tipo de energia, nada como a sintonia. Na hora de ajudar usamos de bom senso e respeito, a lei é para todos, pedi e obtereis.
          Que tal só por hoje, você abandonar as redes sociais e vibrar pela paz, só por hoje você não discutir com ninguém, só por hoje ser uma pessoa melhor. Comece hoje e amanhã  seu dia já estará mais leve. Seja a luz que brilha na ajuda de um planeta melhor, mais humano e amoroso.

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Somos uma cópia do mundo espiritual

        Tenho certeza que você já ouviu falar que o plano físico é uma cópia do mundo espiritual, uma cópia mal feita segundo alguns. Há muito tempo trabalho em desdobramento e tenho contato direto com os espíritos, posso dizer com total certeza que sempre colhemos o que plantamos, seja nessa ou em outras encarnações.
        Somos um misto de aprendizado com erros, o sentir nos afeta profundamente. Os medos criam barreiras e obstáculos desnecessários a nossa evolução. Cuidado com o que você anda vibrando, isso terá influência no seu dia a dia.
        De uns tempos para cá, observo que tudo o que tem ocorrido no plano físico tem afetado o plano espiritual e vice versa. Muitos que se dizem estudiosos, tem disseminado que somente o que ocorre no plano extra físico afeta e influencia o plano físico, não é bem assim, existe uma ajuda mútua, principalmente em tempos de guerras, catástrofes e brigas políticas ou religiosas.
        A energia criada por desentendimentos, brigas, ressentimentos e falta de amorosidade, causa um desequilíbrio tanto aqui como no mundo espiritual. Afinal aqui a matéria é muito mais densa, mas no mundo dos espíritos onde tudo é bem mais sutil, a energia afeta muito mais.
        Vocês conseguem imaginar uma criança que está se programando para nascer, recebendo essa energia negativa que anda circulando pelo nosso planeta? Que reações ou aptidões ela irá receber ao respirar nosso ar poluído?
        Vocês perceberam que muitos sensitivos ou médiuns tem passado mal com essa energia de brigas e revoltas? Em que isso vai agregar na nossa caminhada evolutiva?
         Muitos espíritos que trabalham para melhora e evolução de nosso planeta, estão enviando todo tipo de mensagem pedindo para que nos aquietemos, que possamos mudar nossa vibração, que pensemos e pratiquemos o bem. Diariamente recebo esses avisos e tento compartilhar com as pessoas ao meu redor. O que você tem feito para mudar essa vibração negativa que nos cerca?
         Fugir de certos debates é uma ótima dica, será que preciso reclamar, brigar ou me irritar com quem não pensa igual? Onde está o respeito, a amorosidade e a compreensão?
         Cada um de nós está num estágio evolutivo diferente, uns pensam em igualdade e outros em tirar vantagens. Mas se esquecem de algo muito importante, cada um colhe o que planta nessa ou em outras vidas.
         Não existe certo ou errado, existe compreensão. Compreender que nem todos somos obrigados a pensar, agir e falar igual, mas o respeito deve existir.
         Sempre que vejo meus amigos discutindo por política, religião, gosto sexual ou qualquer outro problema, lembro-me de uma conversa que tive anos atrás com os espíritos que me assessoram. Quando o meu pensar obriga o outro a mudar o seu pensar, estou tirando a liberdade de pensar, sentir e falar dele. Isso é uma forma de dominação. Cuidado com o que você acredita ser certo, pode não ser para os que estão ao seu redor.
          Aprendi um outro grande aprendizado com os espíritos, nem sempre o bem comum é bom. Como somos espíritos devedores e cheios de medos, as vezes precisamos passar por certas dificuldades e sofrimentos para darmos valor ao que é realmente importante. Nem sempre nascer na pobreza, pertencer a uma família mais rígida, não ter certos direitos é castigo ou culpa do governo. Na maioria das vezes é algo necessário para seu aprendizado.
          Ao ouvir isso naquele momento eu questionei, com o passar dos anos tenho observado que existe um certo comodismo quando se nasce em situação desprivilegiada. Essas pessoas acham que é obrigação de quem tem mais ajudar, mas não se esforçam para sair desse meio. Até que ponto a ajuda é necessária?
          Não adianta dar o peixe e não ensinar a pescar. Será que estamos ajudando ou atrapalhando a evolução dos que nos cercam com essas atitudes?
          Pense, reflita, observe, nem tudo é o que parece ser. Segundo os espíritos somos manipulados o tempo todo e caímos nas armadilhas mais simples que o mal nos prega. Seja luz, mas seja consciente e aberto ao novo.

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Mudança interior

          Tem-se falado muito nos últimos anos sobre reforma íntima ou melhora íntima. Para os quem levam a sério e estão tentando a mudança interior, exige-se muita disciplina e resignação, afinal as coisas mudam lenta  e gradativamente.
           É uma mudança difícil e complexa, pode nos trazer frustrações, medos e até inseguranças, mas faz parte de nosso desenvolvimento pessoal e evolução espiritual.
           Em minha convivência diária com os espíritos, tenho aprendido muito através dos relatos que ouço do lado de lá. Foi em decorrência a esse trabalho que desempenho no mundo espiritual que escolhi as promissões aqui no mundo físico. Desde muito jovem eu ajudava em desdobramento, fazia curativos e cuidava de doentes, fiz enfermagem por causa disso. Com o passar dos anos meu cargo no plano espiritual mudou, estudei por lá e aqui, resolvi ajudar as pessoas como terapeuta.
          A grande maioria das pessoas chega do outro lado sofrendo pelo o que não conseguiu fazer. Sentem-se impotentes por não ter realizado algo grandioso, quando o mais importante é o que de bom conseguimos fazer e sentir. Segundo a espiritualidade amiga o amor deveria ser nosso maior aprendizado.
          Certa vez conheci uma senhora chamada Rosa, ela foi uma das poucas que não chegou ao plano espiritual chorrando e procurando por auto perdão. Disse-me que realmente não fez nada de grandioso, mas que amou seus filhos com todo o seu coração. Ajudou eles a serem pessoas melhores, boas e amorosas para com todos. Fez o seu melhor, disso ela tinha orgulho.
          Mesmo sem muitos recursos, Rosa conseguiu educar e criar 5 filhos da melhor forma possível, ensinou a respeitar os outros, ensinou a não ter expectativas em relação a  nada. Eles cresceram com princípios morais e religiosos que ela achava serem corretos, ou seja, fazer o bem sem nunca pedir ou esperar nada em troca.
          Com tantos depoimentos que ouço no mundo espiritual, esse de Rosa mexeu comigo, temos a pretensão de achar que somos melhores, que temos que deixar nossa marca na história, quando na realidade devemos cuidar de nossos sentimentos e emoções.
          Por isso falamos tanto em reforma íntima, pois esse é o grande aprendizado que precisamos fazer. Tudo o que vir em decorrência é lucro. Não se pode evoluir sem cuidar do que sentimos e pensamos. Saia dessa manipulação coletiva que te incentiva a ter sempre mais coisas materiais e menos espiritualidade.
          Transforme-se em uma pessoa nova, com novos princípios, novas atitudes, novos conceitos. Seja feliz com o que você tem, com as pessoas ao seu redor, desenvolva a amorosidade no seu dia a dia e observe como sua vida muda gradativamente.